pinnacle

Home > Documentário sobre Céline Dion e o seu estado de saúde será lançado pela Amazon Prime Video
Documentário sobre Céline Dion e o seu estado de saúde será lançado pela Amazon Prime Video
Time:2020-02-16
Views:2039

pinnacle

  
LIVE      

Documentário sobre Céline Dion e o seu estado de saúde será lançado pela Amazon Prime Video

pinnacle

Documentário sobre Céline Dion e o seu estado de saúde será lançado pela Amazon Prime Video

"I Am: Celine Dion", um documentário com que a super estrela quer "sensibilizar" para a doença que a priva de fazer digressões, estará em breve disponível na Amazon Prime Video em mais de 240 países, anunciou a plataforma na terça-feira.

"Os últimos dois anos foram um verdadeiro desafio para mim, desde descobrir a minha doença até aprender a conviver com ela e a controlá-la, sem deixar que ela me definisse”, disse Céline Dion num comunicado, que, aos 55 anos, sofre de 'síndrome da pessoa rígida' (SPR), uma patologia neurológica rara.

"À medida que o caminho para retomar a minha carreira de cantora continua, percebi o quanto sentia a falta de poder ver os meus fãs”, elabora.

“Durante esta ausência, decidi documentar esta parte da minha vida, para tentar sensibilizar para esta doença pouco conhecida e ajudar quem partilha este diagnóstico", acrescenta.

Este documentário é realizado pela norte-americana Irene Taylor e foi filmado durante “mais de um ano”, detalha a Amazon.

“A data de lançamento na Amazon Prime Video será anunciada posteriormente”, pode ainda ler-se.

“Este documentário é um retrato cru e íntimo de um período crucial na sua vida pessoal e carreira, abrindo a cortina da sua jornada enquanto ultrapassa um diagnóstico impensável”, destacou Jennifer Salke, a diretora da Amazon MGM Studios.

Céline Dion vendeu mais de 250 milhões de álbuns durante os seus 40 anos de carreira.

A estrela do Quebeque (Canadá) não sobe aos palcos desde um espetáculo em Newark (EUA) em março de 2020, quando a sua digressão Courage World Tour foi então interrompida pela pandemia de COVID-19.

Em dezembro, uma irmã da cantora informou que o seu estado de saúde "agravou-se nas últimas semanas".

Em entrevista à revista canadiana 7 Jours, Claudette Dion, de 75 anos, adiantou que a artista "não consegue controlar os seus músculos", apesar de continuar a esforçar-se para recuperar.

A irmã da cantora frisou que todos estão preocupados devido ao facto de "as cordas vocais serem músculos e o coração também (ser) um músculo".

"Nos nossos sonhos e nos dela, a ideia é voltar ao palco", rematou.

Cinemas portugueses começaram ano a perder espectadores e receitas

A exibição comercial de cinema em Portugal começou 2024 com uma perda de 4,5% de audiência face a janeiro de 2023, para um total de 870.558 espectadores, revelou o Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA).

Os dados estatísticos da exibição de cinema relativos a janeiro demonstram ainda uma quebra de 9% nas receitas de bilheteira, comparando com janeiro de 2023, totalizando 5,2 milhões de euros.

A tendência também acontece nos EUA, onde as 'contas' são feitas principalmente em milhões de dólares: janeiro de 2024, com 513,6 milhões, é o valor mais baixo para este mês em mais de 25 anos, com a exceção da era da pandemia.

Do total de 870.558 espectadores que foram ao cinema em janeiro, 17.497 viram cinema português ou com produção portuguesa, o que resultou em cerca de 91.484 euros de receita de bilheteira.

Segundo o ICA, entre os filmes portugueses estreados em sala, o mais visto foi “A semente do mal”, a primeira incursão do realizador Gabriel Abrantes no cinema de terror, com 10.795 espectadores.

O segundo filme mais visto foi o documentário “Viagem ao sol”, de Susana de Sousa Dias e Ansgar Schaefer, com 1.675 espectadores.

A empresa Cinemundo começou 2024 a liderar o mercado da distribuição cinematográfica, com 2,2 milhões de euros de receita de bilheteira, seguindo-se a NOS Lusomundo Audiovisuais com 1,3 milhões de euros.

Em janeiro, e comparando com o mês homólogo de 2023, a Alambique foi a distribuidora que teve um maior aumento de receita de bilheteira (521%), passando de 31.833 euros para 197.969 euros.

Em termos de audiência, o número quintuplicou para a Alambique, passando de 6.558 para 34.708 espectadores e o aumento deveu-se à aposta na distribuição em sala dos filmes “A Zona de interesse”, de Jonathan Glazer, e de “Dias Perfeitos” e “Anselm – O Som do Tempo”, ambos de Wim Wenders.

Na exibição, a líder de mercado é a NOS Lusomundo Cinemas e em janeiro arrecadou mais de metade – 3,4 milhões de euros – do total de 5,2 milhões de euros de receita bruta de bilheteira.

+Escolha sua comunicação de notícias favorita. Clique aqui!

Documentário sobre Céline Dion e o seu estado de saúde será lançado pela Amazon Prime Video

Previous:Thalita Zampirolli desabafa após ser destronada de escola: 'Covardia'
Next:Beatriz revela que levou 'atenção' enquanto tomava banho no BBB 24; entenda o motivo!
related articles
pinnacle Mapa do site

1234